A bastante incômoda. E se você está achando

A xerostomia se caracteriza pela
diminuição ou interrupção da produção de saliva. E apesar de atingir com mais
frequência as mulheres idosas, pode ocorrer com qualquer pessoa e em qualquer
idade. Existem diversos fatores que podem ser causadores deste mal. Se você
acorda todos os dias com a boca seca, por exemplo, pode ser sinal de
desidratação e por isso é recomendado que você passe a beber mais água,
entretanto, em alguns casos o sintoma continua persistindo, e se isso estiver
ocorrendo com você é necessário consultar um médico.

 O tratamento para casos de boca seca não
possui muito mistério nem complicação, só irá variar um pouco dependendo do
fator causador do problema. Se a boca seca for causada pelo uso de
medicamentos, por exemplo, o médico poderá trocá-lo ou promover alterações na
dosagem; se as suas glândulas responsáveis pela produção de saliva não estiverem
funcionando bem, seu médico ou dentista poderá receitar o uso de algum medicamento
de uso livre ou que estimule a produção de saliva; ou ainda ele poderá sugerir
que você use saliva artificial para manter a boca úmida.

We Will Write a Custom Essay Specifically
For You For Only $13.90/page!


order now

Desse modo, é importantíssimo
consultar algum profissional da área, para que ele saiba o que precisa ser
feito para solucionar essa condição que em alguns casos pode ser bastante
incômoda. E se você está achando que está com a boca seca, a seguir iremos lhe
mostrar as principais causas que podem promover essa condição, mas lembre-se: Não
deixe de consultar um médico para tomar as devidas providências.

 

1.     
DESIDRATAÇÃO:

 

Quando
uma pessoa deixa de consumir bastante líquido pode acabar sofrendo de
desidratação. Entretanto, este problema não surge apenas com a escassez de água
no corpo, existem outras condições que também podem promover o seu
desenvolvimento, tais como a febre, a diarréia, vômitos excessivos, sudorese
excessiva, perda de sangue ou queimaduras, que consequentemente também podem
levar à boca seca. Independentemente do motivo te levou a se desidratar ou
sofrer com a sensação de boca seca, não deixe de começar a beber muito mais
líquidos diariamente. É extremamente importante beber bastante água não só para
evitar a ocorrência das condições citadas anteriormente, mas para prevenir o
aparecimento de diversos outros problemas que podem prejudicar a sua saúde.

2.     
PROBLEMAS EMOCIONAIS OU DESORDENS PSICOLÓGICAS

 

Acredite:
As alterações emocionais é um problema que vem se tornando cada vez mais comum
entre pessoas de diversas idades, classe sociais e inclusive distintas
religiões. Em decorrência da agitação do dia-a-dia, onde a maldade, a
competitividade e a velocidade das informações colaboram para que surjam
inúmeros problemas causadores de desordens emocionais, os mesmos acabam
comprometendo a produção salivar. E dentre estas alterações, encontramos desde
estresse altíssimo, até depressão, cansaço físico e mental, desordens afetivas
e a desnutrição que pode ser causada tanto pela Bulimia como pela Anemia. 

 

3.     
O ENVELHECIMENTO

 

Como já
foi citado anteriormente, a boca seca atinge com mais frequência a parcela de
idosos e isso ocorre visto que é nessa fase da vida que ocorre uma diminuição
significativa da produção de saliva. E na maioria das vezes, o problema se
justifica pelo efeito de remédios, que nesse momento da vida, geralmente são
utilizados com maior constância. E o efeito colateral das doenças e dos
remédios, que são os maiores causadores da xerostomia, principalmente durante a
velhice, são os fatores responsáveis pelo surgimento da sensação de boca seca
em mulheres e homens idosos.

 

4.     
EFEITO COLATERAL DE VARIADAS DOENÇAS

 

Existem
diversas doenças que apresentam como efeito colateral a boca seca e dentre as
mais comuns destacamos: Diabetes Miellitus, Hipertensão arterial, as doenças
autoimunes, Síndrome de Down, Alcoolismo, Sarcoidose, Tuberculose, AIDS,
Hepatite C, Fibrose cística, Paralisia de Bell, Amiloidose, Doença de
Parkinson, AVC e Caxumba.

 

5.     
ESTILO DE VIDA

A forma de
vida que uma pessoa leva, pode interferir diretamente na questão da boca seca.
E esse aspecto serve de aviso, principalmente para fumantes, que possuem mais
chance de apresentar uma diminuição da produção de saliva na boca. Em vista
disso, o ideal é cessar com tais hábitos ruins, não só para evitar a
xerostomia, como também diversos outros males a sua saúde que afetam
diretamente a sua qualidade de vida.

 

6.     
RESPIRAÇÃO BUCAL E RONCO

 

Respirar pela boca ou roncar, podem propiciar o surgimento da
sensação de boca seca em um indivíduo. Além disso, podem agravar essa sensação,
sem necessariamente diminuir a produção salivar de uma pessoa. E se esse for o
seu caso, não se assuste, pois, o seu médico com certeza irá lhe indicar o
melhor tratamento para o seu caso.

 

7.     
BAIXA INGESTÃO DE LÍQUIDOS

Como vimos
no item sobre desidratação, ingerir pouco líquido pode causar problemas no funcionamento
das glândulas salivares, fazendo com que a produção normal da mesma diminua e em
vista disso, também é responsável pelo surgimento da xerostomia. Além disso, é
fundamental que se saiba o quão importante é a ingestão equilibrada de líquidos
diariamente, portanto lembre-se: beba bastante água, que a sua saúde agradece!

 

8.     
EFEITO
COLATERAL DE CERTAS MEDICAÇÕES

 

Se você
está tomando algum medicamento, talvez o seu problema com boca seca se encaixe
nessa situação. Acontece que alguns tratamentos médicos como a Radioterapia de
cabeça e pescoço e a Quimioterapia, podem causar danos às glândulas salivares,
que podem levar à redução da produção salivar. Nesse caso, ao prejudicar a
produção de saliva, esses medicamentos acabam apresentando um efeito adverso em
comum: a sensação de boca seca.

 

9.     
LESÃO
NOS NERVOS

 

Para quem
nunca imaginou, sim, qualquer lesão ocasionada no nervo da região da cabeça ou
pescoço, decorrente de uma cirurgia ou de algum ferimento, é capaz de produzir
os sintomas de boca seca e isso ocorre porque a lesão altera a produção eficaz
das glândulas salivares do indivíduo.

 

10. 
AUSÊNCIA
DE DENTES

 

O
que pode ocorrer nesse caso, é que quando uma pessoa por algum motivo apresenta
uma certa ausência de dentes, seja ela total ou parcial, consequentemente começa a enfrentar dificuldades
para mastigar os alimentos. Uma vez que o indivíduo não mastiga corretamente os
alimentos, isso pode influir em uma diminuição da produção de saliva, promovendo,
portanto, o surgimento do problema.